Mestrado e Doutorado em Agroquímica

Programa de Pós-Graduação em AGROQUÍMICA tem como objetivo a formação de profissionais com treinamento em uma área interdisciplinar envolvendo química, ciências agrárias e meio ambiente. O profissional egresso do curso deverá ter sólida formação em química, ser capaz de realizar trabalhos de pesquisa e desenvolver projetos relacionados à busca de soluções para problemas ambientais, para o controle de pragas na agricultura e da qualidade de produtos agroindustriais. Deverá ainda estar preparado para exercer o Magistério no 3º grau e, em nível de pós-graduação, coordenar laboratórios de pesquisa de empresas privadas e públicas, atuar como consultor de agências de fomento à pesquisa e também contribuir para o desenvolvimento da política científica do Brasil.



Os cursos de Mestrado e Doutorado em Agroquímica são recomendados pela CAPES. 
Veja os reconhecimentos aqui.

 

Áreas de Concentração

Agroquímica Analítica

Esta área envolve três linhas de pesquisa, que tratam do desenvolvimento e da aplicação de metodologias analíticas, incluindo técnicas quimiométricas e de automação, no estudo de problemas ambientais associados à poluição por metais pesados e agrotóxicos.

Agroquímica Inorgânica e Físico-Química

A área de concentração denominada Físico-Química de sistemas naturais foi criada desde a implantação do Programa de Mestrado, em 1983. Com o passar do tempo e com a ampliação das pesquisas para outras áreas do conhecimento, particularmente a química inorgânica, passamos a denominar essa área de Agroquímica Inorgânica e Físico-Química. Dessa forma, ela engloba as linhas de pesquisa em Química Inorgânica e Físico-Química. Os trabalhos desenvolvidos nessa área visam o preparo de novos compostos organometálicos com potencial atividade fungicida, e sua caracterização por técnicas espectroscópicas. Estudam-se também vários aspectos físico-químicos de soluções ou dispersões contendo tensoativos e polímeros, com vistas à compreenção de fenômenos associados à formulação de agroquímicos.

Agroquímica Orgânica

Esta área abrange o estudo de compostos orgânicos sintéticos e naturais, concentrando-se na busca de substâncias com potencial uso no controle de pragas agrícolas e também no entendimento da influência da composição química de madeiras sobre os métodos de obtenção e qualidade de pasta de celulose para produção de papel. Estuda-se também a influência de vários fatores sobre a composição química de óleos essenciais de plantas medicinais e aromáticas.


Parceiros